Volta ao Ribatejo a correr: João Paulo Félix superou o desafio

O ultramaratonista João Paulo Félix conseguiu cumprir mais um desafio com a realização da 1ª Volta ao Ribatejo a Correr. A partida foi dada no dia 14 de dezembro e a chegada aconteceu este domingo pelas 9h30 da manhã, em Salvaterra. Contas feitas: foram 328 quilómetros realizados em 70 horas e meia.

João Paulo Félix com o Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Manuel Esménio e com o Presidente da Junta de Freguesia de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, Manuel Bolieiro

O ultramaratonista João Paulo Félix conseguiu cumprir mais um desafio com a realização da 1ª Volta ao Ribatejo a Correr. A partida foi dada no dia 14 de dezembro, pelas 11 horas, frente à Câmara Municipal de Salvaterra de Magos. A chegada aconteceu este domingo pelas 9h30 da manhã, no mesmo local. Contas feitas: foram 328 quilómetros realizados em 70 horas e meia.

À chegada, João Paulo Félix era um homem feliz e agradecido pelo apoio dos muitos amigos que se juntaram a ele em algumas fases do percurso. “As dificuldades foram muitas principalmente devido à chuva e ao facto de ter tido os pés rebentados aos 55 quilómetros, mas tudo foi superado porque é preciso acreditar e eu acreditei sempre muito”, referiu o atleta. “O apoio que recebi de todos foi fundamental”, acrescentou.

Os objectivos de João Paulo passaram pela promoção turística do Ribatejo, o incentivo à prática de exercício físico e o desafio pessoal. O percurso saiu de Salvaterra Magos e passou por Benavente, Samora Correia, Vila Franca de Xira, Azambuja, Valada, Santarém, Alcanena, Torres Novas, Tomar, Ferreira do Zêzere, Sardoal, Abrantes, Constância, Carregueira, Chamusca, Alpiarça, Almeirim, tendo seguido depois pela Estrada Nacional 118 em direcção a Benfica do Ribatejo, Muge, Marinhais e Salvaterra de Magos, numa ligeira alteração ao inicial estipulado.

A União de Freguesias de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos e a Entidade de Turismo do Alentejo e Ribatejo foram algumas das entidades parceiras nesta iniciativa. A 1ª Volta ao Ribatejo a Correr teve também um cariz solidário, já que alertou para a importância do trabalho desenvolvido pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM).

Mal terminou esta aventura, João Paulo Félix está já de olhos postos na próxima, que será realizada em fevereiro num percurso que liga o Porto a Lisboa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA