Volta ao Ribatejo a correr apresentada amanhã em Salvaterra de Magos

A primeira edição da Volta ao Ribatejo a correr será apresentada amanhã em Salvaterra de Magos. O ultramaratonista João Paulo Félix, natural do concelho de Salvaterra, propõe-se fazer a 1ª Volta ao Ribatejo a Correr, com partida no dia 14 de Dezembro, num percurso de aproximadamente 320 km. A ideia ganhou corpo e esta sexta feira será apresentada à comunicação social.

A primeira edição da Volta ao Ribatejo a correr será apresentada amanhã em Salvaterra de Magos. O ultramaratonista João Paulo Félix, natural do concelho de Salvaterra, propõe-se fazer a 1ª Volta ao Ribatejo a Correr, com partida no dia 14 de Dezembro, num percurso de aproximadamente 320 km. A ideia ganhou corpo e esta sexta feira será apresentada à comunicação social.

A apresentação pública da iniciativa terá lugar já amanhã, pelas 11 horas, no auditório da Escola Profissional de Salvaterra de Magos e vai contar com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio, e do Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, entidades parceiras do evento.

O atleta vai percorrer diversos locais da região e passar por símbolos emblemáticos do Ribatejo, como é o caso da Praça de Toiros de Salvaterra de Magos, das Portas do Sol, em Santarém, do Castelo de Torres Novas ou do Convento de Cristo, em Tomar, entre outros.

“Os objectivos de João Paulo Félix são a descoberta e promoção de locais e paisagens do Ribatejo, enquanto destino turístico, o incentivo à prática de exercício físico e também o desafio que este tipo de provas de elevada dificuldade lhe propõem. Neste caso vai querer bater o seu recorde pessoal, uma vez que espera correr os cerca de 320 km em 72 horas, numa prova non-stop”, refere fonte da autarquia salvaterrense.

A 1ª Volta ao Ribatejo a Correr tem também um cariz solidário, já que alerta para a importância do trabalho desenvolvido pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM). Em Agosto, João Paulo Félix já havia corrido 739, 260 quilómetros, num percurso entre Chaves e Faro, realizado pela Estrada Nacional 2, a maior rodovia do país.

 

DEIXE UMA RESPOSTA